Home > Sessões Ordinárias > Câmara de Mata de São João convoca Embasa para esclarecer sobre serviço prestado à cidade

Câmara de Mata de São João convoca Embasa para esclarecer sobre serviço prestado à cidade

Durante a sessão ordinária na terça-feira (28/05), a Câmara Municipal de Mata de São João aprovou a convocação da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) para que a mesma preste esclarecimentos sobre os serviços ofertados na cidade. 

Na ocasião, o autor do requerimento 018/2019, o vereador Tiago de Zezo (PT) afirmou que há muito tempo a população vem reclamando dos serviços prestados pela Embasa e por conta disso, é necessário que seja feita uma discussão ampla e clara sobre a qualidade do serviço. Além disso, o edil ressaltou que é preciso cobrar a revisão contratual com o município e as contrapartidas sociais, além de outras questões relacionadas a atuação da empresa.  

“É necessário que a Embasa possa esclarecer  de que forma ela pretende atuar com a revisão contratual que possa fazer com o município, discutir o nível de indicadores de qualidade da água, as contrapartidas no ponto de vista social, quadro de funcionários, manutenção do serviço, a ampliação e extensão da rede em nosso município, bem como, discutir a tarifa da taxa de esgoto de 80%”, disse. 

A matéria foi subscrita por vários parlamentares, que classificaram como de grande relevância a solicitação do edil petista.  

O vereador Zé do Relógio (PSDB) disparou que a unidade da Embasa de Mata de São João, é uma das piores que tem, segundo ele, a empresa apenas cava buracos na cidade, ao invés de cumprir com suas obrigações. “A Embasa tem que ter mais respeito pelo povo de Mata de São João”,  falou.

O vereador Pastor Sandro (PRB) disse que a convocação em questão, veio na hora certa e citou a situação de outros municípios, onde há relatos de água contaminada e acrescentou que a Embasa também precisa falar sobre o nível de contaminação da água de Mata de São João.

“Centenas de municípios baianos estão com água contaminada e nós não vemos discussão sobre isso. Esse é um assunto extremamente sério, daí o motivo da importância desta audiência pública e que a Embasa esclareça se existe e o nível de contaminação da nossa água”, pontuou.

Por fim o presidente da Casa, Agnaldo de Lulu (DEM) ressaltou que existem diversas outras questões que são de responsabilidade da Embasa, que não estão sendo efetuadas e que precisam ser cobradas. O democrata disse ainda, que é preciso que todos os vereadores estejam unidos em favor da população no dia da audiência.

Deixe seu comentário